Subscribe:

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

HÁ PODER NO NOME DE JESUS CRISTO


HÁ PODER NO NOME DE JESUS CRISTO...
;...E, pondo-os no meio, perguntaram: Com que poder ou em nome de quem fizestes isto? Então, Pedro, cheio do Espírito Santo, lhes disse: Principais do povo e vós, anciãos de Israel, visto que hoje somos interrogados acerca do benefício feito a um homem enfermo e do modo como foi curado, seja conhecido de vós todos e de todo o povo de Israel, que em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, aquele a quem vós crucificastes e a quem Deus ressuscitou dos mortos, em nome desse é que este está são diante de vós; Ele é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina; E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos; Então, eles, vendo a ousadia de Pedro e João e informados de que eram homens sem letras e indoutos, se maravilharam; e tinham conhecimento de que eles haviam estado com Jesus...; (At.4:7-13)


Que capitalista é o Nome de Jesus Cristo! Os impedimentos que o pecado trouxe para o ser humano não podem ser eliminados pelos esforços físicos do homem. Somente o poder milagroso de Jesus Cristo pode restaurar e transformar a quem sofre do corpo e da alma. Nem a ciência médica no físico, como tampouco as religiões no espiritual puderam fazer para o homem o que tem feito o Nome de Jesus Cristo. Bem disse o apóstolo Pedro em seu segundo sermão. ;E em nenhum outro há salvação; porque não há outro nome baixo o céu dado aos homens, em que possamos ser salvos; (At. 4:12).

1. O Nome em Operação (At.3:1-11)
Ninguém que leia o Livro de Atos com sinceridade poderá negar a grande importância e o valor do nome de Jesus Cristo para a Igreja Primitiva. Os homens que Deus selecionou para guiar ao povo entenderam o poder do nome e dedicaram tempo ensinando aos irmãos como fazer bom uso do mesmo. Eles entenderam que Deus lhes tinha dado um direito exclusivo para usá-lo.
O milagre em Atos 3 é o primeiro de muitos milagres físicos que se efetuaram no Nome de Jesus Cristo. Os primeiros 11 versículos descrevem o milagre do paralítico que não era para Pedro e João um desconhecido. Mas esse dia especial, enquanto entravam em templo a orar, o homem necessitado lhes pediu esmolas e por inspiração divina, eles enfocaram toda sua atenção para ele. Imediatamente ele deixou de ser um caritativo casual e se converteu em uma alma necessitada por quem Cristo morreu e ressuscitou. Como acontece em muitos casos, ele pedia uma coisa e Deus lhe deu o que menos esperava. Pedro lhe suplicou que os olhasse e logo lhe disse, ;Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho te dou; em nome de Jesus Cristo de Nazaré, te levante e anda; (At. 3:6).

Embora, eles não tinham ouro nem prata, mas sim tinham o poder do Espírito Santo em suas vidas, a Fé e a Unção para repartir a bênção, e sobre tudo, tinham o mais necessário para que se efetuasse o milagre, quer dizer, o Nome de Jesus Cristo.

Porque o paralítico aparentemente não tinha força para levantar-se, Pedro lhe deu a mão direita e o levantou. Quando ele pela primeira vez em sua vida sentiu forças em seus pés e tornozelos, começou a andar e a saltar. Ali se cumpriu literalmente a profecia do Isaías 35:6 que diz:;...Então o coxo saltará como um cervo...; Quando entendemos que este homem tinha mais de 40 anos de estar paralítico, e agora de repente era um homem normal, podemos entender sua emocionante demonstração de alegria (At.4:40).

Por que se encontra esta historia na Bíblia? Porque é um quadro representativo da cura espiritual que todos recebemos do Senhor. Ele nos levantou dos ;...pobres e débeis rudimentos...; que nos tinham escravizados (Gl. 4:9). E o mais precioso disto é que a Igreja não perdeu o privilégio e o direito de fazer uso do poder que há no Nome de Jesus. Ouro e prata não temos em abundância, mas se tivermos o Nome de Jesus!!

2. O Nome Produz Ressentimento E Perseguição (At.4:1-31)
O Nome de Jesus Cristo sempre produziu consternação e confusão a quem com um coração duro rechaçou a simplicidade do poder que há no nome de Jesus. Foi o que lhes aconteceu em Jerusalém imediatamente depois do milagre do paralítico. Os religiosos insistiam em saber com que nome tinha efetuado o milagre do paralítico.
Versículo 2-4 ¨;ressentidos de que ensinassem ao povo, e anunciassem em Jesus a ressurreição de entre os mortos. E lhes jogaram mão, e os puseram no cárcere até o dia seguinte, porque era já tarde¨;
Deus não permitiu que Pedro e João fossem jogados no cárcere até que Pedro terminou sua mensagem de salvação a quem se tinha aproximado para saber mais a respeito da cura do paralítico. Diz as Escrituras que como 5.000 dos que escutaram a mensagem do Pedro acreditaram e o aceitaram (At. 4:4). Logo entendeu os perseguidores que seria impossível parar a obra do Espírito Santo. Ao ver que a gente aceitava e se convertia ao evangelho, eles estavam dispostos a sofrer perseguição.

Quantos ministros e irmãos tiveram que sofrer perseguição por causa do " ;Nome."; Em um tempo de liberdade religiosa em que a justiça, a liberdade e o bem-estar humano são cuidadosamente protegidos -; quando até os ofensores das leis são levados a morte da maneira mais tranqüila possível ficamos surpreendidos da maneira em que alguns de nossos irmãos tiveram que sofrer por sua fé no Nome do Jesus. Em seu livro titulado ";Livro dos Mártires Cristãos"; Juan Fox trabalha sobre a morte de homens inocentes como os Apóstolos e outros cristãos do início da Igreja até os últimos anos da reforma. Ele fala de como foram queimados, pendurados, torturados, despedaçados por animais, jogados aos rios com uma pedra atada ao pescoço, etc. Tudo por não querer renunciar no Nome de Jesus Cristo.

3. O Nome de Jesus, Nosso Poder para Ministrar
";...E tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai..."; (Cl. 3:17).

Por aproximadamente 2.000 anos o Nome de Jesus foi o fator que manteve viva nossa Fé Apostólica. Desde seu início esta se lançou proclamando a verdade do nome de Jesus Cristo. A mensagem e a maneira em que o fizeram foi tal que em pouco tempo trocaram radicalmente o mundo de então. Mesmo que a mensagem era contraditória para muitos, a Igreja a proclamou com denodo, e Deus fez o resto.

Que privilégio conhecer seu Nome! Agora mais que nunca o Nome de Jesus Cristo pode e deve ser nossa “grande arma de batalha”. Esse nome não perdeu sua autoridade nem seu poder. A Palavra de Deus claramente nos ensina que toda a autoridade e poder investidos nesse Nome foram jogo de dados à Igreja para que glorifiquemos ao Nome nas mãos dos Apóstolos e nas nossas é o que foi a vara nas mãos de Moisés. Se os Egípcios tivessem podido lhe roubar a vara, tivessem deixado a Moisés sem arma. Se o inimigo pudesse privar à Igreja de usar o Nome de Jesus nos deixaria sem arma. Mas não existe evidência que o Nome foi roubado!! Tudo o que Jesus Cristo obteve em seu ministério terrestre, segue-o fazendo através de sua Igreja hoje!!“De certo, de certo lhes digo: que em mim crie, as obras que eu faço, ele as fará também; e até majores fará, porque eu vou ao Pai” (Jô. 14:12).

Nós temos descoberto que o sacramento mais importante em toda a Bíblia é o Batismo, e, além disso, sabemos que sempre deve efetuar-se no Nome de Jesus Cristo. Nesse Nome há salvação e cura. É o Nome que anjos adoram, e ante esse Nome os demônios tremem!! Com muita razão disse o escritor de Cantares, ";Seu nome é como ungüento derramado"; (Ct. 1:3).

Conclusão
Não podemos negar que a "chave"; que a Igreja usou para abrir as portas da bênção foi a oração. A prática da oração trouxe muitos resultados positivos à Igreja Primitiva e iguais a estes está fazendo em nossos dias.
Há um tempo atrás se despertou um grande interesse em nossas Igrejas por nos envolver mais na pratica da oração pelas manhãs. Se sua congregação não começou esta prática de abrir o templo cedo para procurar Deus em oração, prove-o e verá que a oração produz poder...
BISPO/JUIZ.PHD.THD.DR.EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.