Subscribe:

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

ESTUDO BÍBLICO SOBRE O DÍZIMO E OFERTAS


ESTUDO BÍBLICO SOBRE DÍZIMO E OFERTAS

Neste estudo, vamos aprender através das Sagradas Escrituras que Deus sendo um Pai, justo e perfeito não exige o absurdo dos seus filhos que o amam e o seguem. Vamos ver o dízimo no Velho Testamento e também no Novo Testamento. Como um desafio à fé do homem, encontraremos respostas para várias perguntas e também veremos que assim como existem os dizimistas fiéis sendo abençoados, existem os anti-dizimistas infiéis a palavra de Deus usando falsos argumentos para não trazerem seus dízimos e ofertas à casa do tesouro e com isso tornam-se mesquinhos e avarentos, ficando fora das promessas do Senhor.

NO VELHO TESTAMENTO

) DÍZIMO DE ABRÃO - Gênesis 14: 18 à 20 18 - Então Melquisedeque, rei de Salém, trouxe pão e vinho. Ele era sacerdote do Deus Altíssimo. 19 - E abençoou a Abrão, dizendo: Bendito seja Abrão pelo Deus Altíssimo, o Criador dos céus e da terra. 20 - E bendito seja o Deus Altíssimo, que entregou os teus inimigos nas tuas mãos! Então Abrão deu-lhe o Dízimo de tudo.
A primeira vez que aparece o dízimo nas escrituras, foi com Abrão que não estava na lei, aliás 430 anos antes da lei e sem qualquer exigência da parte de Deus. Meditemos em Abrão: Ele é o nosso Pai na fé (Romanos 4 e Gálatas 3:6 à 9). Os fariseus falaram que Abraão era seu Pai, Jesus respondeu-lhes: Se fôsseis filhos de Abraão, praticaríeis as obras de Abraão.(João 8:39).

2º) O SACERDÓCIO DE MELQUISEDEQUE - Hebreus 7: 1 à 10 - 1 - Este Melquisedeque, rei de Salém, sacerdote do Deus altíssimo, que saiu ao encontro de Abraão quando este regressava da matança dos reis, e o abençoou. 2 - Para quem Abraão separou o dízimo de tudo(primeiramente se interpreta rei de justiça, depois também é rei de Salém, ou seja, rei de paz. - Sem pai, sem mãe, sem genealogia, não tendo princípio de dias, nem fim de vida, mas sendo feito semelhante ao Filho de Deus), permanece sacerdote para sempre. - Considerai quão grande era este, a quem até o patriarca Abraão deu o dízimo, tirado dos despojos. 5 - E os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm ordem, segundo a lei, de tomar o dízimo do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que estes tenham saído dos lombos de Abraão. 6 - Mas aquele cuja genealogia não é contada entre eles, tomou dízimos de Abraão, e abençoou o que tinha as promessas. 7 - Ora, sem contradição alguma, o menor é abençoado pelo maior. 8 - Aqui certamente recebem dízimos homens que morrem; ali, porém, os recebe aquele de quem se testifica que vive. 9 - E, por assim dizer, por meio de Abraão, até Levi, que recebi dízimos, pagou dízimos, 10 - porque ele estava ainda nos lombos de seu pai quando Melquisedeque saiu ao encontro deste.
Quando meditamos nesse capítulo, não temos dúvidas de que o sacerdócio de Cristo nada tem a ver com o sacerdócio de Levi, de Arão ou da Lei, o Sacerdócio de Cristo é o de Melquisedeque. A lei acabou mas o sacerdócio de Melquisedeque continua.

3º) O VOTO DE JACÓ - Gênesis 28: 20 À 22 - 20 - Fez também Jacó um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta viagem que ora faço, e me der pão para comer e vestes para vestir, 21 - e eu em paz voltar à casa de meu pai, o Senhor será o meu Deus, 22 - e esta pedra que tenho posto como coluna será casa de Deus, e de tudo o que me deres, certamente te darei o dízimo. 
No voto de Jacó encontramos o homem falando, mas em Malaquias 3:10 à 12 encontramos Deus falando e as suas promessas.

NO NOVO TESTAMENTO

1º) O PARECER DE JESUS SOBRE O DÍZIMO:

    Mateus 23:23 - Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, mas negligenciais o mais importante da lei, da justiça, a misericórdia e a fé. Devíeis, porém, fazer estas coisas, sem omitir aquelas.
Aqui Jesus fala sobre o dízimo, o juízo, a misericórdia e a fé. Tudo isso cremos e pregamos, porque apesar de haverem pertencidos a época da lei, também fazem parte da essência de Cristo. A lei acabou mas o Evangelho continua.
2º) A CONTRIBUIÇÃO CRISTÃ SE NÃO FOR IGUAL AO DÍZIMO DEVE SER SUPERIOR, E SATISFAZER A 03 REQUISITOS:

    I.) Tem que ser voluntária - II Coríntios 9:7 - Cada um contribua segundo propôs no seu coração, não com tristeza ou por necessidade, pois Deus ama ao que dá com alegria.
O dízimo não é por imposição, mas por fé e amor a Deus. Abrão e Jacó foram dizimistas por vontade própria.
    II.) Tem que ser metódica - I Coríntios 16:2 - No primeiro dia da semana cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar, conforme a sua prosperidade, para que não se façam as coletas quando eu chegar.
Com ordem e não de qualquer jeito. Deus quer que em sua casa haja mantimento e fartura, pois Ele é rico e a sua casa não pode manter-se de migalhas que sobram ou esmolas. Uma contribuição incerta, irregular, motivada pela necessidade angustiante do trabalho de Deus jamais poderá satisfazer a vontade de Deus. os Anti-Dizimistas, geralmente trazem sua ofertas quando a igreja necessita.
    III.) Proporcional aos rendimentos - I Coríntios 16:2 - No primeiro dia da semana cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar, conforme a sua prosperidade, para que não se façam as coletas quando eu chegar.
Conforme a sua prosperidade. Vemos que o dízimo satisfaz a estes 03 requisitos.
3º) O EXEMPLO DOS CRISTÃO PRIMITIVOS - Atos 4: 34 e 35 - 34 - Não havia entre eles necessitado algum. Pois todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos. 35 - E reparti-se a cada um, segundo a sua necessidade.
Traziam aos pés dos apóstolos muito mais do que o dízimo.

AS BÊNÇÃOS DO DÍZIMO E DAS CONTRIBUIÇÕES NA IGREJA

O DÍZIMO É FONTE DE BENÇÃO
A - No voto de Jacó (Gênesis 28:20 a 22), encontramos:
    I - Proteção;
    II - Alimento;
    III - Vestimenta;
    IV - Paz.
B - Em Malaquias 3:10 - Encontramos maiores bênçãos.
10Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.
C - Em II Coríntios 9:1 à 15 - Quanto mais ofertamos, mais Deus nos dará.
1 -  QUANTO à administração que se faz a favor dos santos, não necessito escrever-vos; 2 - Porque bem sei a prontidão do vosso ânimo, da qual me glorio de vós para com os macedônios; que a Acaia está pronta desde o ano passado; e o vosso zelo tem estimulado muitos. 3 - Mas enviei estes irmãos, para que a nossa glória, acerca de vós, não seja vã nesta parte; para que (como já disse) possais estar prontos, 4 - A fim de, se acaso os macedônios vierem comigo, e vos acharem desapercebidos, não nos envergonharmos nós (para não dizermos vós) deste firme fundamento de glória. 5 - Portanto, tive por coisa necessária exortar estes irmãos, para que primeiro fossem ter convosco, e preparassem de antemão a vossa bênção, já antes anunciada, para que esteja pronta como bênção, e não como avareza. 6 - E digo isto: Que o que semeia pouco, pouco também ceifará; e o que semeia em abundância, em abundância ceifará. 7 - Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria. 8 - E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra; 9 - Conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; A sua justiça permanece para sempre. 10 - Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, também vos dê pão para comer, e multiplique a vossa sementeira, e aumente os frutos da vossa justiça; 11 - Para que em tudo enriqueçais para toda a beneficência, a qual faz que por nós se dêem graças a Deus. 12 -  Porque a administração deste serviço, não só supre as necessidades dos santos, mas também é abundante em muitas graças, que se dão a Deus. 13 - Visto como, na prova desta administração, glorificam a Deus pela submissão, que confessais quanto ao evangelho de Cristo, e pela liberalidade de vossos dons para com eles, e para com todos; 14 - E pela sua oração por vós, tendo de vós saudades, por causa da excelente graça de Deus que em vós há. 15 - Graças a Deus, pois, pelo seu dom inefável.

QUATRO CLASSES DE DIZIMISTAS NA IGREJA

1ª) DIZIMISTAS FIÉIS - São os crentes fiéis na igreja com seus dízimos.
2ª) DIZIMISTAS INFIÉIS - São os que trazem seus dízimos às vezes na igreja ou só uma parte.
3ª) OS NÃO DIZIMISTAS LIBERAIS - São aqueles que não são contrário ao dízimo, não combatem os irmãos dizimistas e não criticam o Pastor sobre o sermão. São bons contribuintes, não são dizimistas porque ainda não compreenderam a doutrina sobre o dízimo.
4ª) OS ANTI-DIZIMISTAS MESQUINHOS E DERROTADOS - É uma classe nociva ao crescimento da igreja. São contra o dízimo, querem ser os únicos entendidos no assunto, querendo até influenciar os dizimistas fiéis. São derrotados e acham que o dízimo é lei. 
Observação: O inimigo não quer o crescimento da Igreja, e tenta o crente a não trazer o dízimo onde surgem as conseqüências. (Ageu 1:5 e 6) 
5 - Ora, pois, assim diz o Senhor dos Exércitos: Considerai os vossos caminhos. 6 - Semeais muito, e recolheis pouco; comeis, porém não vos fartais; bebeis, porém não vos saciais; vesti-vos, porém ninguém se aquece; e o que recebe salário, recebe-o num saco furado.

O DÍZIMO NA ÉPOCA DA LEI E O DÍZIMO DOS DÍZIMOS

Em Israel, além dos dízimos do povo, normalmente colhido e dos dízimos extraordinários com incidência em cada triênio havia também o dízimo dos Dízimos. O dízimo dos dízimos era dos levitas para manter com dignidade a grande família sacerdotal. (Hebreus 7: 9 e 10 e Números 18:25 à 29). Os Pastores que vivem da obra devem dizimar também para que se cumpra essa palavra.
Como vimos, haviam 03 dízimos estabelecidos por Deus no Velho Testamento:
Dízimo Anual - Deuteronômio 14: 22 à 27 ;
22 - Certamente darás os dízimos de todo o fruto da tua semente, que cada ano se recolher do campo. 23 - E, perante o Senhor teu Deus, no lugar que escolher para ali fazer habitar o seu nome, comerás os dízimos do teu grão, do teu mosto e do teu azeite, e os primogênitos das tuas vacas e das tuas ovelhas; para que aprendas a temer ao Senhor teu Deus todos os dias. 24 - E quando o caminho te for tão comprido que os não possas levar, por estar longe de ti o lugar que escolher o Senhor teu Deus para ali pôr o seu nome, quando o Senhor teu Deus te tiver abençoado; 25 - Então vende-os, e ata o dinheiro na tua mão, e vai ao lugar que escolher o Senhor teu Deus; 26 - E aquele dinheiro darás por tudo o que deseja a tua alma, por vacas, e por ovelhas, e por vinho, e por bebida forte, e por tudo o que te pedir a tua alma; come-o ali perante o Senhor teu Deus, e alegra-te, tu e a tua casa; 27 - Porém não desampararás o levita que está dentro das tuas portas; pois não tem parte nem herança contigo.
Dízimo Trienal - Deuteronômio 14: 28 e 29 (para os pobres);
28 - Ao fim de três anos tirarás todos os dízimos da tua colheita no mesmo ano, e os recolherás dentro das tuas portas; 29 - Então virá o levita (pois nem parte nem herança tem contigo), e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, que estão dentro das tuas portas, e comerão, e fartar-se-ão; para que o Senhor teu Deus te abençoe em toda a obra que as tuas mãos fizerem.
Dízimo dos Dízimos dos Dízimos - Números 18: 25 à 29.
25 - E falou o Senhor a Moisés, dizendo: 26 - Também falarás aos levitas, e dir-lhes-ás: Quando receberdes os dízimos dos filhos de Israel, que eu deles vos tenho dado por vossa herança, deles oferecereis uma oferta alçada ao Senhor, os dízimos dos dízimos. 27 - E contar-se-vos-á a vossa oferta alçada, como grão da eira, e como plenitude do lagar. 28 - Assim também oferecereis ao Senhor uma oferta alçada de todos os vossos dízimos, que receberdes dos filhos de Israel, e deles dareis a oferta alçada do Senhor a Arão, o sacerdote. 29 - De todas as vossas dádivas oferecereis toda a oferta alçada do Senhor; de tudo o melhor deles, a sua santa parte.
COMENTÁRIO FINAL
O Novo Testamento traz mudanças na lei que estão em Mateus 5. São mudanças mais rígidas. Não é possível que a Graça em tudo superior a lei venha a ser inferior na parte referente a  contribuição unicamente para satisfazer aos caprichos de quem é egoísta, mesquinho e avarento. Se tirarmos a lei das escrituras, ainda ficará o dízimo. Deus trata aqueles que não trazem os seus dízimos a sua casa de filhos de Jacó(usurpador). Geralmente as pessoas que são contra o dízimo também são avarentos e sobre os tais a Bíblia diz: " SEJA DIZIMISTA COM AMOR E FAÇA PROVA DO SENHOR "...
BISPO/JUIZ.PHD.THD.DR.EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.