Subscribe:

terça-feira, 12 de junho de 2012


      SOLTEIRO, MAS FELIZ!                 (Dia dos Namorados)


SOLTEIRO, MAS FELIZ!
ICo 7.32, 33 “Pois quero que estejais livres de cuidado. O solteiro cuida das coisas do Senhor, em como há de agradar ao Senhor, mas o casado cuida das coisas do mundo e em como agradar a sua esposa”.
1. O Namoro Cristão
No oriente não existia casamento após um período de namoro, ou seja, o homem via a mulher 01 vez apenas (às vezes nem se conheciam! – ‘Usos e Costumes dos Tempos Bíblicos’; de Ralph Gower, ed. CPAD, pág. 64 §2) e se separavam para organizar os trâmites para o casório! Mas nós estamos no ocidente e isso muda a cultura. Aqui, no Ocidente e em alguns outros lugares do planeta o namoro faz parte do período de “reconhecimento territorial” pré-matrimônio. Entretanto, há ainda um 3º ponto, que seria o namoro cristão. Este deve ser diferente de todos os outros, pois que deve antes de tudo glorificar a Deus em todos os aspectos, inclusive na hora da escolha. A forma e o tempo da escolha fará toda a diferença… (Ec 8.5)
2. Tempo Bom…
Particularmente acredito que exista uma faixa etária na vida do ser humano para o relacionamento duradouro, principalmente nos dias de hoje. Entre 13 e 18 para mulheres e 14 e 21 para homens não é recomendável o namoro cristão! Esse tempo é para estudar e servir a Deus e não para namorar e viver na dependência dessa procura. Além de cansar muito, tal ansiedade tira o foco de Deus! Tais estatísticas não são absolutas, mas na maioria das vezes que casais de namorados cristãos fogem à tais regras, parece que a frustração é inevitável. Digo isso baseado no dia-a-dia; 90% dos casais de namorados cristãos que iniciam o relacionamento dentro dessa faixa etária terminam se frustrando.
A propósito, se esse não foi o seu caso e você conseguiu se firmar no namoro na adolescência cristã, alegre-se, pois você faz parte de 10% dos prevalecentes!! Doravante, há sim, sem dúvidas um número de 10 casais entre 100 que conseguem prevalecer no relacionamento nessa faixa etária.
3. Ansiedade!
Como tenho visto pastores incentivando a prática do namoro entre adolescentes em igrejas! Da mesma forma, como tenho visto esses pastores passarem por dificuldades para ajudar esses mesmos casais a não saírem da igreja depois de 03 meses, após romperem seus namoros e caíram em tristeza. A ansiedade tira a vontade de servir a Deus e muda o foco da direção espiritual. Isso nada mais é do que CEGUEIRA!
É necessária a direção de Deus para esperar a hora e o modo de se envolver com alguém para o namoro cristão. A precipitação não levará a lugar algum, senão à frustração e dor. Aconselhei vários adolescentes/jovens que iniciaram relacionamentos cristãos (14, 15, 16 anos) no primeiro trimestre do ano de 2007 que já terminaram seus namoros e, infelizmente, por mágoa, alguns deixaram a comunhão dos irmãos na igreja local e retornaram ao sistema mundano. Nos últimos 09 anos como líder de jovens/adolescentes tenho visto esse “vai-e-vem” de paqueras frustradas.
Precisamos ajudar à esses novos irmãos adolescentes/jovens das nossas igrejas a suportarem o jugo da mocidade, porque é bom para Deus e para eles mesmos. Não temos que ser coniventes com a época, mas com a Bíblia! (Porque será que sempre queremos fazer do nosso jeito, nós, os líderes?) É interessante mostrar-lhes a necessidade dos estudos e de se envolver com Deus e Sua obra na igreja local.
Tenho dezenas de adolescentes e jovens na igreja com um forte compromisso com Jesus e Sua Palavra por causa do preço que foi pago até que verdades espirituais (tais como essas) lhes fossem discernidas no entendimento. Entenderam que namorar com 20 anos não é vergonha, nem caretice, mas é honroso diante dos homens e diante de Deus. Entenderam também que se concentrar em estudar é preciso, que o estudo bem aplicado nessa faixa etária lhes garantirá um melhor emprego e conseqüentemente uma estabilidade um pouco melhor na constituição de uma família. Em contra partida tenho também aqueles que, na ansiedade se afundaram e “ficaram” com 03, 04, 05 pessoas e hoje estão duplamente frustradas! Se foram devido à frustrações, pois não estavam entre nós para buscar ao Senhor, mas buscavam satisfazer seus apetites.
Portanto, deixá-los à deriva num assunto que é tão complexo pode custar caro diante de Deus (Mt 18.6). É nossa obrigação (líderes) ensiná-los a verdade, ainda que ela seja dura! Porém, cada um dará conta a Deus de si próprio; VOCÊ, querido irmão, é LIVRE para fazer o que quiser! Quero apenas evitar uma série de sofrimentos desnecessários.
4. Leviandade
“Leviana” é aquela pessoa que julga ou procede irrefletidamente; precipitado, inconsiderado, imprudente. Sem seriedade; inconstante. Tem gente que até se desvia da fé por causa desse tipo de frustração.
No namoro cristão, o resultado deveria ser o matrimônio; pelo menos essa é a intenção! Obviamente há critérios a serem relevados antes do casamento e cada casal fará as suas devidas considerações.
Sabe, é justamente devido ao baixo índice de direção e discernimento espiritual que tantos relacionamentos têm trazido tão grande estrago no meio cristão! Creio que até para se arrumar um companheiro deve-se buscar a Deus e esperar por respostas. Mas o leviano, finalmente, acabará sozinho, caso não se arrependa e retorne ao Caminho. O que disse é verdade e repito: 90% dos relacionamentos cristãos dentro da faixa etária supracitada terminam dentro dos primeiros 04 meses e trazem problemas.
O que fazer então? Ora, dizer a verdade não seria o melhor a se fazer, ainda que esta seja dura? Existe um tempo determinao para todas as coisas…
5. Fortalezas Espirituais
A frustração por não ter dado certo; por estar solteiro depois de alguns anos na igreja; por tentativas uma após outra; por não ser retribuído sentimentalmente (amar, mas não ser amado); traições, etc, tudo isso é prisão espiritual.
Na maioria das vezes esses traumas são conseqüência de escolhas mal feitas, fora de hora ou por escolher demais. Para se livrar de tais traumas é necessário voltar-se à Palavra de Deus e buscar ajuda específica. Procure o pastor em sua igreja e resolva o problema. Mas não se esqueça, a substituição de parceiros para amenizar a dor do final do namoro, além de mundano não trará o resultado esperado. Obviamente que, se o relacionamento cristão não tiver dado certo há de se promover uma nova tentativa, sim, mas não dentro da específica idade entre 13 e 20 anos aproximadamente.  Você está achando esse assunto muito pesado? Ore. Coloque diante do Espírito Santo o que está lendo e espere a resposta… Ele é o que confirma todas coisas e detêm em Si toda verdade. Não me julgue, mas analise a leitura.
6. Os “Beija-flores” na Igreja (aqueles que arrumam 12 namoradas por ano, 01 pra cada mês!)

Quanto mais tentativas menos possibilidades de encontrar! O crente “beija-flores” não acerta nunca por lhe faltar critérios; ele(a) só quer beijar… Por fim ninguém o irá querer, pois já atraiu para si uma maldição de leviano (Sl 109.17). Infelizmente, tínhamos alguns desse tipo na igreja. Digo infelizmente porque, após não conseguir ajudá-los, posto que não deram ouvidos, se frustraram tantas vezes que se sentiram envergonhados e se foram. Não aproveitaram a melhor fase de suas vidas para servirem ao Senhor: a juventude! Preocuparam-se em demasia na procura de namorado ou namorada e acabaram sozinhos. Por fim, solteiros e vazios de Deus. Isso é muito triste…
7. Julgue a Profecia

Tudo o que ouvir ou ler por aí, independente de quem o diga ou escreva, o Senhor nos ensina a comparar com a Bíblia. Cuidado com conselhos, sugestões e até pregações; julgue-os!! Não é porque você ouviu alguém dizer que jovem tem que namorar que você vai começar a namorar. Cuidado, estamos na época espiritual de Sodoma, quando a honra e a pureza já não tem muita importância, mas o “ser moderno” é que faz a diferença.
Não se preocupe, querido(a) irmão ou irmã, o Senhor não se esquece dos Seus, quando chegar a hora Ele o(a) abençoará. Você tem dúvidas disso? Eu mesmo tenho visto irmãos suportarem a espera do companheiro(a) (a qual não é fácil para ninguém!) e hoje estão casados, empregados, em suas casas e felizes! Ah, e CRENTES!
8. Administrando o Tempo

Busque a Deus o máximo que puder agora! Faça vigílias, muuuiiito evangelismo, santifique-se com intensidade máxima, abençoe as pessoas transmitindo-lhes a presença do Espírito Santo, extravase na unção e na graça de Cristo, seja radical contra o mundo (sistema), louve e adore ao Santo de todo o coração HOJE.  Essa é a melhor época de se servir ao Senhor!
Lembro-me de quando me entreguei a Cristo e ainda era solteiro, sem namorada. Puxa! Como foram intensas as minhas experiências com o Senhor enquanto solteiro! Amava ir a outras igrejas nos cultos de sábado com os irmãos, amava os acampamentos, as subidas no monte para orar (sem hora de voltar!), as muitas vigílias, as viagens evangelísticas, as grandes experiências com dons espirituais, etc. Porém, depois que encontrei a minha amada (atualmente minha esposa preciosa!) alguns anos após minha conversão comecei a dividir minhas atenções com o meu coração. Ah, coração… Quem te governará? Bom, depois de 04 anos me casei e hoje estou aqui, feliz e realizado, sem nem um pingo de arrependimento de ter esperado por 6 anos por minha 1ª namorada depois de crente e ainda me casar com ela. Não é tremendo? Esperei 6 longos anos em separação. Tudo isso, no entanto, tem um preço…
De uma coisa tenho certeza: enquanto pude servir ao Senhor com toda a minha atenção e força, energia e concentração eu o fiz. Não significa que eu não O ame hoje, muito pelo contrário, quanto mais O conheço mais O desejo e adoro, porém, não mais com a mesma disponibilidade de quando era solteiro, mas servindo também à esposa e família. Você está me entendendo, querido(a). Enquanto solteiro, agradava ao Senhor em tudo… Eu APROVEITEI o melhor tempo da minha vida buscando a Deus!
9. Solteiro, mas feliz. Obrigado!
Ao mesmo tempo que percebi que se afobar na adolescência/juventude (entre 13 e 21 anos) em arrumar um relacinamento traz pouco ou nenhum benefício, percebi também que os irmãos mais felizes e atuantes na igreja e na escola são exatamente aqueles que estão solteiros. Essa é a época! Enquanto solteiro você tem todo o tempo para servir ao Senhor. Aproveite essa época maravilhosa, porque quando começar a namorar sério e se casar, tal época terá passado e você sentirá falta dela.
Você é solteiro e muito feliz! Aproveite também para estudar e se estruturar para a manutenção de um lar abençoado num futuro próximo, pois tenho certeza que Deus tem preparado o melhor para você. Você tem feito isso ou tem andado ansioso? As lutas, tribulações e intempéries da vida não têm nada a ver com nossa conversa, pois sabemos que elas, na maioria das vezes são formas de disciplina do Senhor para nos aperfeiçoar e nos entregar, caso resistamos o “calor” das aflições, as bênçãos que tem guardado pra nós. Sei que uma “bagagem” espiritual de experiências com Deus (revelações, dons espirituais, serviços, etc) unida à uma boa formação, caráter e cidadania fará uma grande diferença no futuro, quando se casar e atingir essa nova e tão maravilhosa etapa.
Se você é solteiro(a), portanto, pode se sentir feliz. Não fique triste. Eu sei que não é fácil tal fase, mas faz parte da vida e devemos aproveitá-la de forma produtiva diante do Senhor para colhermos um futuro abençoado. Estude e busque a Deus HOJE e Ele saberá a melhor forma de o abençoar amanhã!
10. Agraciados por Deus
Finalmente, sinta-se agraciado(a) por ainda não ter que dividir seu precioso tempo com um relacionamento. Quando arrumar um(a) namorado(a) você terá de dividir o seu tempo e atenção e tudo isso, inevitavelmente tomará 50% da sua atenção e do maravilhoso período que poderia estar aproveitando para servir a Deus e estudar. O Senhor saberá a melhor hora e lhe entregará a benção sem precisar ficar “doido” à procura de um namoro. Você crê em Deus, irmão(ã)? Então espere…
AGRAVANTE: Se arrumar um relacionamento trágico, esses 50% de seu tempo e vigor pode subir para 100%…
Queridos irmãos, eu ministro sobre a vida de cada um que, ao ler esse estudo, estiver de acordo com ele e com o desejo de encontrar uma pessoa de Deus para namorar e se casar, após ter estudado e se preparado para o relacionamento sadio e duradouro, as seguintes bênçãos:
Você, por saber esperar e crer na promessa de Deus, encontrará uma pessoa que o(a) fará feliz. Seu(ua) cônjuge será um(a) filho(a) de Deus cheio(a) do Espírito e com um coração voltado para a obra do Senhor. Você não terá dificuldades para encontrar os melhores empregos, pois se preparou para trabalhar. Seus filhos serão saudáveis e também prosperarão porque terão pais responsáveis que lhes servirão de exemplo até que também se casem e formem família. No final de tudo, você será arrebatado e encontrará com o Senhor nas nuvens por crer nEle e ainda receberá seu galardão no céu, pois permaneceu firme e inabalável no caminho da santidade! Jovem, eu o(a) abençôo em nome de Jesus Cristo!
Com muito carinho, amor e temor!
BISPO/JUIZ.DR.EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.