Subscribe:

domingo, 29 de abril de 2012

A PAIXÃO DE OSÉIAS POR GOMER...


O amor de Oséias por Gomer

Volta Ó Israel para o Teu Deus Os 14:1


Essa história me leva às lágrimas. Como pode alguém insistir tanto em um amor não correspondido? É isso, o amor insiste quando aparentemente, não há motivos para existir. Assim é a história do profeta Oséias que recebe de Deus o conselho de casar-se com uma prostituta. Uma mulher infiel. É um relato verdadeiro, com personagens reais situados em Israel, no reinado de Jeroboão, em 750 a.C. A nação estava em declínio econômico, moral e espiritual. Embaixo de toda e qualquer sombra as pessoas prestavam culto a Baal e Astarote deuses da colheita e da fertilidade: “Eles porém não reconhecem que lhes dei o grão, o mosto, o oléo e lhe multipliquei a prata e o ouro que eles usaram para Baal” Os 2:8

Deus prosperava e sustentava Israel, mas eles não reconheciam, atribuíam o sustento a Baal. A palavra hebraica ba'al significa marido. Esse termo era usado para designar literalmente maridos e proprietários de terras. Israel, portanto, ao cultuar esses deuses, estava dizendo ser casada com eles, Israel e Baal em aliança pagã.

Através da vida do profeta Oséias, Deus estabelece uma alegoria para a nação. Israel representava a prostituta e Oséias a graça Redentora:“Vai toma uma mulher de prostituição e filhos de prostituição, porque a terra se prostituiu, desviando-se do Senhor” Os 1:2.

Oséias casou com a prostituta Gomer, em um tempo que as prostitutas eram apedrejadas, discriminadas. O primeiro filho de Gomer foi gerado por Oséias, os outros, foram frutos de relacionamentos extraconjugais. Esse não é um bom exemplo para se seguir, podemos achar a história absurda, mas é justamente o que acontece conosco espiritualmente!

Diga-me: Você teria coragem de revelar em voz alta todos os seus pensamentos? Todas as suas obras? Não sei o que seria de mim se não fosse a graça Divina. Para ser mais precisa, o que seria de nós, sem a graça?

Oséias compra a própria esposa

Gomer passou pouco tempo casada com Oséias até que resolve voltar a sua antiga vida de muitos amantes e recompensas materiais:“Porque sua mãe se prostituiu , aquela que os concebeu houve-se torpemente porque diz: Irei atrás de meus namorados , que me dão o meu pão e a minha água, a minha lã e o meu vinho, o meu óleo e as minhas bebidas “ Os 2:5.

Gomer estava caminhando para destruição, buscando paz e conforto onde não havia. Assim era Israel se prostituindo com Baal em troca de riqueza e paz, mas tudo que lhe sobrevinha era aflição e pobreza. O fim de Gomer poderia ser trágico, desprezada pelos muitos amantes, ela coloca-se a venda em um mercado de escravos. Quem aparece para comprá-la? Oséias! Aquele que nunca deixou de amá-la, que cuidou dos filhos e dos bens enquanto ela esteve ausente. Aquele que chorou e orou pela restauração de Gomer.


Cristo nos resgatou

Que linda história de amor! Gomer representa todos nós que desconhecendo  a alegria da Salvação, nos voltamos para deuses e deuses em busca de felicidade, sem contudo, obter paz.  Oséias, representa Cristo que através do sacrifício expiatório, nos resgatou do mercado de escravos para uma vida abundante.“Bem como o filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos” Mt 20:28 Quando nos voltamos para esse amor, aliançamos nosso coração com Deus, em vínculo eterno.

Imagino Gomer abatida: suja e pobre naquele mercado, infeliz. Até que chega seu marido, paga o melhor preço que alguém poderia pagar por um escravo na época e coloca de volta a aliança no dedo de Gomer. Essa alegoria é perfeita para ilustrar a graça de Deus e a obra salvadora em Jesus.

A Restauração de Gomer

Mais maravilhosa ainda se tornou para mim estudar sobre o amor de Oséias por Gomer, ao descobrir o significado do nome da esposa do profeta. Deus cuidadosamente providenciou cada detalhe dessa narrativa para transmitir o quanto nos ama, apesar de nossa rebeldia. Sim, mas esse amor, que transcende o compreensível, anseia por nos transformar a ponto de O amarmos acima de tudo e todos. Oséias deve ter sido zombado, humilhado por quem era incapaz de amar como ele, ainda assim amou.

Gomer significa “completo”, cuja raiz é “gamar” ou seja: aperfeiçoar, terminar. Aleluia! Deus amou Gomer de tal maneira que não sossegou enquanto não completou sua obra, comprando-a do mercado de escravos para os braços de Oséias restaurando sua vida e família. Oséias, significa: salvação, libertação.

“Eu a atrairei, a levarei para o deserto e lhe falarei ao coração. Lhe darei as suas vinhas e o Vale de Acor por porta de esperança e ela será como nos dias da mocidade, como no dia em que subiu da terra do Egito. Naquele dia, ela me chamará : Meu marido e não mais:Meu Baal” Os 2:14-16.

Deus não desiste de nós, fomos comprados com sangue, do mercado de escravos que é o pecado e a morte eterna. Essa é a obra que nos completa, que nos faz retornar e restaurar o espírito. Deus nos busca diligentemente, até que Sua obra se complete em nós. 

A completude sob perdão e arrependimento

O final do livro reserva uma promessa, reservada aos que voltam para os braços do Marido que é Deus: "Os que se assentam de novo à sua sombra voltarão; serão vivificados como o cereal e florescerão como a vide; a sua fama será como a do vinho do Líbano. Quem é sábio que entenda estas coisas, quem é prudente que. as saiba, porque os caminhos do senhor são retos e os justos andarão neles". Os 14:7,9.

Em Cristo, O que nos resgata...
BISPO/JUIZ.DR.EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.