Subscribe:

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

ESTUDO SOBRE O BATISMO NAS ÁGUAS...

O BATISMO   
            No Evangelho de Marcos, Capítulo 16, versículos 15, 16, disse-lhes Jesus: “Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura; quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado”.
            Segundo as sábias palavras do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, ele não nos deixa qualquer sombra de dúvida, o batismo é um mandamento, “Ele” disse: “Quem crer e for batizado”.   Vamos meditar:
            No dia de Pentecostes, após o sermão do apóstolo Pedro, divinamente inspirado pelo Espírito Santo de Deus, a multidão crendo no seu discurso compungiram-se em seu coração e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos varões irmãos
Atos dos Apóstolos 2.37 e 38, disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo.
Portanto, é mandamento do Senhor, o arrependimento, a conversão, o batismo é um cumprimento, para que o Espírito Santo de Deus venha agir em nossos corações, nos convencer da obra da carne e do pecado e realizar aquele trabalho íntimo de nutrir o amor e o desejo de uma comunhão perfeita com Deus, para recebermos o selo da promessa do Senhor Jesus Cristo na aprovação do nosso nome no livro da vida, palavra abonada na Carta de Paulo aos Efésios 1.13, a qual diz: Em quem também vós estais (em Jesus Cristo), depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa.
            A CONVERSÃO DO EUNUCO - Atos 8.36 a 38, a palavra diz: E, indo eles caminhando (Felipe e o eunuco), chegaram ao pé de alguma água, e disse o eunuco: Eis aqui água; que impede que eu seja batizado?
E disse Filipe: É lícitose crês de todo o coração. E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus.  E mandou parar o carro, e desceram ambos à água, tanto Filipe como o eunuco, e o batizou.
Tendo Felipe anunciado o Evangelho do Senhor Jesus Cristo ao eunuco etíope, esse creu verdadeiramente que Jesus Cristo é o único Salvador, sentiu em seu coração a necessidade e o desejo dobatismo e suplicou, e na mesma hora, Felipe o batizou.  E esse, foi jubiloso pelo o seu caminho, tendo sido transformado em uma nova criatura, lavado e remido pelo sangue do Cordeiro de Deus.
Semelhantemente, Pedro tendo anunciado o Evangelho de Cristo ao centurião Cornélio e aos seus, como também para os amigos mais íntimos, todos creram verdadeiramente no Senhor Jesus como único e suficiente Salvador, e, tão grande foi o mover do Espírito Santo na pregação de Pedro, que muitos deles, pela fé, se converteram e receberam o dom de línguas antes mesmo de descerem as águas.   
Porem Pedro os alertou que não poderiam recusar o batismo das águas, ainda que houvessem recebidos o batismo no Espírito. Vejamos:
Atos 10.44 a 48 - 44 E, dizendo Pedro ainda estas palavras, caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra.  E os fiéis que eram da circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que o dom do Espírito Santo se derramasse também sobre os gentios.  Porque os ouviam falar em línguas e magnificar a Deus.
Respondeu, então, Pedro: Pode alguém, porventura, recusar a água, para que não sejam batizados estes que também receberam, como nós, o Espírito Santo?  E mandou que fossem batizados em nome do Senhor Jesus.
No inicio do Capítulo 10 de Atos, a palavra admiti que Cornélio era um homem piedoso, temente a Deus com toda a sua casa, o qual fazia muitas esmolas ao povo, e de continuo orava a Deus.  Tendo porem o Senhor recebido sua obra no seu trono de Glórias, mandou um anjo avisar a Cornélio para que mandasse chamar a Pedro, e esse lhe diria o que devia fazer.
Apesar de Cornélio estar fazendo a vontade de Deus, ainda lhe faltava alguma coisa, faltava-lhe o essencial para a salvação, precisava conhecer o Evangelho do Senhor Jesus Cristo, e a porta de entrada que leva ao caminho que conduz a salvação, pois no livro de João 14.6, o próprio Jesus disse: “Eu sou ocaminho, e a verdade, e a vida, e ninguém vem ao Pai senão por mim.
Cornélio conhecia a Deus, mas não conhecia a Jesus Cristo, o único caminho que nos leva a Deus, porque em nenhum outro há salvação.
Na carta de Paulo aos Romanos, Capítulo 6 versículos 3 a 6, a palavra diz: Não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte?
De sorte que fomos sepultados com Ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo ressuscitou dos mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.  Porque, se fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, também o seremos na sua ressurreição.
Sabendo isto: que o nosso velho homem foi com Ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, a fim de que não sirvamos mais ao pecado.
A palavra do Senhor nos dá a certeza e a segurança que pelo arrependimento e conversão, tendo o velho homem sido crucificado com Cristo, quando descemos as águas na semelhança da sua morte, os nossos pecados são sepultados, assim como Ele ressuscitou, também seremos ressuscitados. Imergiu o homem pecador, ressurgiu a nova criatura lavada e remida pelo sangue de Cristo.
batismo nas águas é necessário, mas é preciso acautelar que, por si só não pode salvar ninguém. Podemos citar o exemplo de um dos ladrões dependurado na cruz ao lado de Jesus, tendo se arrependido dos seus pecados, recebeu o perdão e o galardão da vida eterna, sem ter passado pelas águas.  Semelhantemente, o Senhor Jesus, ao entrar na casa de Zaqueu, o publicano pecador, e, vendo nele o arrependimento, disse-lhe: Hoje, veio a salvação a esta casa, pois também este é filho de Abraão.  Assim sempre que o Senhor curava e libertava os oprimidos, e observando nesses a fé e o arrependimento, exaltava-os dizendo: A tua fé te salvouantes mesmo de passar pelo processo do batismo nas águas(Mateus 9:22, 5:34, Marcos 10:52; Lucas 7:50, 8:48, 17:19, 18:42).   
Portanto, o batismo só é acolhido por Deus quando há arrependimento, conversão, e nada se aproveita descer as águas com o coração cheio de impureza, porque a água só pode limpar o exterior, quanto ao espírito somente Cristo faz a obra, quando há humildade, fé, arrependimento e conversão, daí surgirá o novo nascimento, sendo lavado e remido pelo sangue do Cordeiro inocente.
No Evangelho de Mateus 5.8, disse Jesus: Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus.  A palavra diz: “Bem-aventurados os limpos de coração”, coisa que água material não tem poder para fazer, mas Cristo purifica, liberta e salva, todo aquele que nele crê, o que o ama e guarda os seus mandamentos.
EM QUE IGREJA ESTÁ A SALVAÇÃO? Com a evolução dos credos religiosos, uma infinidade de seitas tem se despontado ao longo dos tempos. Algumas com aparência de piedade, porem, carregadas de doutrinas do homem, muitas vezes pregando a doutrina da salvação predestinada, isto é, anunciam que se o crente for um escolhido de Deus para salvação, certamente virá a ser batizado na sua igreja, julgando que a salvação, virá pela imersão nas águas da sua religião.
Amado, você crê mesmo que o Senhor Jesus teria a insensatez de transferir o seu poder deREDENÇÃO que Ele conquistou com o seu próprio sangue, para o fundador da doutrina da sua igreja?
A palavra do Senhor no livro de Atos 4.12, diz: Em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.
Por conseguinte, os que assim ajuízam, estão introduzindo doutrina de heresia e blasfêmia contra Deus, porque quando se anuncia que a salvação virá pelo batismo dessa ou daquela igreja, estará anulando o sacrifício do Senhor Jesus Cristo, na cruz do Calvário.
O BATISMO DO ESPÍRITO SANTO – Já ouvimos pela boca de alguns irmãos, que ainda não receberam o batismo do Espírito Santo de Deus, por interpretar que o batismo do Espírito só é concebido aos que falam em línguas estranhas. Ocorre que, muitas vezes, o irmão não fala língua estranha e já está selado com o batismo da promessa.  Falar em língua é um dos dons espirituais. Vejamos:
Ao terceiro dia, Jesus Cristo ressuscitou e pôs-se no meio deles (os onze apóstolos) e disse: Paz seja convosco.  E, havendo dito isto, soprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo (João 20.20 a 22).
Dias após, no livro de Atos 1. 5 a 8, o Senhor Jesus se apresentou novamente entre eles e lhes disse:João, na verdade, batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias
Recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra.
E, ainda no livro de Atos 2.1 a 4, ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar; de repente, veio do céu um som, como de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam assentados.
E apareceram distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e pousou uma sobre cada um deles. E todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem. 
Observem que os Apóstolos receberam o Espírito Santo por duas vezes. Primeiramente o Senhor assoprou o Espírito sobre eles, numa unção designada para a salvação. Posteriormente, os ungiu para obra do ministério. A partir daquele momento deu-se início a mais extraordinária obra de Evangelização em toda terra, porque Deus era com eles.
Assim também, ocorre conosco, quando há arrependimento e conversão, recebemos o selo da promessa do Espírito Santo para a salvação da vida eterna. Vejamos:
Atos dos Apóstolos 2.37 e 38, disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo.
Palavra confirmada na Carta de Paulo aos Efésios 1.12b e 13, diz: Nós, os que de antemão esperamos em Cristo; em quem também vós, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação,tendo nele também cridofostes selados com o Santo Espírito da promessa.
Assim sendo, na sua conversão já recebeste o Espírito Santo de Deus para a Salvação, resta porem, procurar com zelo o dom do Espírito Santo para a obra do seu ministério.
QUEM ESTÁ APTO A RECEBER BATISMO? Existem algumas igrejas que costumam dar curso de batismo para o novo convertido, mas isso é uma prática anti-bíblica e desnecessária. Precisamos sim, evangelizar principalmente os que estão iniciando na fé, mas sem a metodologia de curso, porque, quem vai realizar o trabalho íntimo de conversão na alma humana é o Espírito Santo do Senhor.
E na palavra do Senhor há fundamento para isso, neste estudo mesmo podemos observar os acontecimentos com o eunuco e o Centurião Cornélio com os seus servos, os quais conheceram a palavra e receberam o Espírito Santo de Deus, e foram batizados. Alem desses casos, há também outras referências no livro de Atos, onde milhares de pessoas agregavam-se a doutrina de Cristo todos os dias (Atos 2.41 e 47) sem passar por curso bíblico algum. Deste modo, o único requisito que nos capacita a recebermos o batismo, é: Crer no Senhor Jesus Cristo, como único e suficiente salvador da sua vida.  
QUEM É COMPETENTE PARA REALIZAR BATISMO? Batizar, pregar o Evangelho, realizar ceia, não é atributo exclusivo só para o dirigente da igreja, mas todos os que são convertidos, batizados, ungidos por Cristo, poderão desempenhar essa função, porque no Evangelho de Mateus 28.19, o Senhor Jesus Cristo assim ordenou: Ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo.. 
         BISPO/JUIZ.DR.EDSON CAVALCANTE  

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.